a gravidade Gravity pipoca cafe cinema

Gravidade #100filmesquedevemosver

a gravidade Gravity pipoca cafe cinema

“Não se Entregue”

Quando vi a sinopse e o trailer de Gravidade (Gravity) logo pensei que esse seria mais um filme entendiante, não conseguia imaginar como ver ela (Sandra Bullock) vagando pelo espaço seria algo interessante.

Apesar das desconfianças fui ao cinema e resolvi assistir, só posso dizer que não me arrependi nem um pouco. O filme é genial e merece ser visto no cinema com um ótimo e bom som, e claro, em 3D.

Os efeitos visuais são perfeitos, as explosões em gravidade zero, o vai e vem dos objetos e o “espaço” em si são de tirar o folego. O filme é muito tenso, numa mistura de agustia e curiosidade, do que pode, e como vai acontecer a próxima cena.

Sandra Bullock dá um show de atuação, ela conseguiu me impressionar como fez em “Um Sonho Possível” que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz. George Clooney fica responsável pela parte cômica e charmosa do filme, e com toda certeza está maravilhoso como nunca rs.

No meio de todo o drama existe a clássica discussão de porque devo lutar para viver, e porque não me entregar de vez? E é quando a novata astronauta que já perdeu tudo resolve lutar por algo, sua própria sobrevivência. Isso faz a gente refletir, trazendo ao filme que parecei morto uma boa lição. Quem poderia imaginar? rs …

É por isso, pela Sandra Bullock, pela tensão, efeitos visuais e o 3D que termino dizendo que Gravidade (Gravity) é realmente impressionante e acredito em indicações para o Oscar 2014.

Super indicado 

Gravidade (Gravity)

Matt Kowalski (George Clooney) é um astronauta experiente que está em missão de conserto ao telescópio Hubble juntamente com a doutora Ryan Stone (Sandra Bullock). Ambos são surpreendidos por uma chuva de destroços decorrente da destruição de um satélite por um míssil russo, que faz com que sejam jogados no espaço sideral. Sem qualquer apoio da base terrestre da NASA, eles precisam encontrar um meio de sobreviver em meio a um ambiente completamente inóspito para a vida humana.

10 Curiosidades de Produção de Gravidade

Abaixo você confere dez curiosidades referentes ao processo de produção do filme.

  1.  Enquanto filmavam a cena embaixo d’água, Alfonso Cuarón segurou a respiração junto com Sandra Bullock para se certificar que aquilo não era demais para ela – ele logo percebeu que não conseguia alcançar a incrível capacidade pulmonar dela.
  2. Gravidade passou quatro anos no limbo do desenvolvimento por conta da ambição do filme se provar desafiadora – em termos de cinematografia, efeitos visuais e atmosfera “realista” de espaço sideral. Cuarón teve de esperar a tecnologia estar bem mais avançada para realizar seu filme. Isso aconteceu em 2009, com Avatar, de James Cameron
  3. A duração do filme é de 90 minutos. Acontece que a ISS viaja a 17,500 mph que faz com que dê a volta na terra em 90 minutos. Isso significa que, durante o filme, a estação dá uma volta completa na vida real.
  4. Angellina Jolie foi a primeira escalada para o papel principal e acabou declinando duas vezes. Entre as atrizes também escaladas estão Rachel Weisz, Sienna Miller, Marion Cotillard, Blake Lively, Carey Mulligan e Natalie Portman.
  5. Robert Downey Jr. foi escalado, mas acabou saindo por conta de conflitos de horários em sua agenda.
  6. Natalie Portman era a primeira a ser escolhida depois de Angelina Jolie ter recusado duas vezes. Portman recusou o papel pouco antes de anunciar sua gravidez.
  7. STS é um acronismo para Space Transportation System.
  8. Aninqaag, o homem com quem a Dr. Stone conversa no rádio de ondas curtas, é o personagem principal do curta “Aningaaq”, dirigido por Jonas Cuarón. Neste filme ele é um pescador inuit acampando sobre um fiorde congelado. Ele tem uma filha e um cachorro, e ambos fazem uma curta aparição em Gravidade, via rádio.
  9. A estação espacial chinesa da vida real é chamada Tiangong (Palácio dos Céus) e, na época da premiere do filme, ela consiste em um pequeno módulo inabitável. O objetivo do programa Tiangong é que seja construída uma estação espacial bem similar à do filme por volta do ano 2022.
  10. Por conta do amor de Alfonso Cuarón por takes longos, Sandra Bullock teve que memorizar longas combinações de movimentos precisos para atingir suas marcas em diferentes pontos dos takes. Além disso, a atriz teve que, frequentemente combinar seus próprios movimentos com os dos fios presos a ela e à câmera.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s